Para que serve a Madeira Jatobá?

Home Madeiras Para que serve a Madeira Jatobá?
Madeira Jatobá

A madeira jatobá, que muitos também conhecem pelo nome brazilian-cherry, é uma das madeiras que possuem o maior valor agregado no mercado, sendo considerada bem valiosa – junto com mogno e ipê – no ramo da construção civil e decoração.

Hoje em dia, materiais alternativos à madeira estão sendo bastante utilizados em casas (principalmente por questões de custo), no entanto, esta primeira traz um charme único e pequenos detalhes em madeira transformam a casa.

Saber escolher o tipo de madeira ideal para cada aplicação é fundamental não somente para valorizar as questões estéticas da casa, mas, também, ter uma estrutura durável e que necessite de pouca manutenção.

Árvore de Jatoba
Exemplo de uma árvore de Madeira Jatobá

Principais características da Madeira Jatobá

Cada madeira possui as suas respectivas características e particularidades, incluindo a madeira jatobá. Conhecê-las é fundamental para saber quais são suas melhores empregabilidades no ramo da construção civil.

  • Cor

A primeira questão que as pessoas consideram antes de escolher um tipo de madeira é a cor do material. Por se tratar de algo natural, as tonalidades de cada tronco variam um pouco, mas todas seguem o mesmo padrão médio.

O cerne da árvore varia de castanho com tonalidades mais amareladas ao castanho puxado para o vermelho. Já o alburno tem cores mais claras, em tons mais amarelados.

Porta de Madeira Jatobá
Exemplo de uma Porta de Entrada de Madeira Jatobá

  • Propriedades organolépticas

O jatobá não possui gosto e nem cheiro. O odor imperceptível é muito importante, pois determinadas madeiras exalam um cheiro mais acentuado e muitas pessoas podem não gostar dessa característica.

  • Densidade

A densidade da madeira jatobá é alta, o que torna o material resistente e também faz com que adquira boas propriedades de isolamento acústico.

  • Brilho

A superfície da madeira é naturalmente pouco lustrosa, mas essa questão estética acaba sendo controlada com o uso de selantes, verniz ou tinta.

  • Durabilidade

A durabilidade é uma questão muito importante e deve ser mais levado em consideração do que a própria cor da madeira.

Móveis, portas, janelas, pisos ou qualquer outro material feito em madeira possui um preço mais elevado, optar por uma madeira que tenha alta durabilidade é o que garante a boa relação de custo x benefício.

  • Resistência

Nesse caso, a resistência tem relação com os ataques externos à madeira, avaliando como ela lida com chuva, sol, cupins, fundos, etc. A madeira de jatobá é considerada uma espécie com alta resistência, o que favorece sua grande durabilidade.

  • Trabalhabilidade

Ao contrário de muitos troncos de árvores, a madeira jatobá possui uma trabalhabilidade relativamente simples. Por isso é utilizada em móveis que requerem mais detalhes.

Bancada de Madeira Jatobá
Exemplo de uma bancada de Madeira Jatobá

Quais são os principais usos da Madeira Jatobá?

Devido a todas as suas propriedades, a madeira jatobá é muito utilizada na construção civil. Suas principais empregabilidades são:

Apesar de ser uma madeira cujas propriedades a tornam super favorável a todas as aplicações citadas anteriormente, é necessário entender que isso só será possível se todos os procedimentos – da extração até o transporte da mercadoria e/ou instalação – forem feitos da forma adequada.

Mesa de Madeira Jatobá
Exemplo de uma mesa rústica em madeira jatobá

A importância da Secagem da Madeira!

Após a extração da madeira e separação das toras, o primeiro passo é a secagem do material. Essa etapa é fundamental, pois ela garante a otimização de todas as características positivas de qualquer espécie de madeira.

Além disso, todos os procedimentos subsequentes dependem de uma madeira com a quantidade mínima de umidade.

No caso da madeira jatobá, o ideal é que a secagem seja feita vagarosamente. Quando o processo é feito rapidamente e a peça é exposta ao sol, ocorre a formação de rachaduras e seu consequente empenamento.

Há duas formas de realizar a secagem das toras: ao ar livre ou em estufas. O ideal é que ambas as técnicas sejam combinadas para atingir a umidade ideal sem que a madeira seja deformada.

Cada espécie de árvore possui as suas melhores condições de secagem, por isso, é fundamental que a madeireira seja experiente e habilitada para realizar tal procedimento.

Depois que a madeira estiver seca, as toras são cortadas (o formato depende da futura aplicação) e lixadas. Para que a superfície fique lisa e homogênea as etapas de lixamento devem ser feitas aumentando o número da lixa progressivamente.

Secagem de Madeira em Estufa
Secagem de Madeira em Estufa

Produtos que devem ser aplicados na Madeira Jatobá

Estando a peça seca e lixada, ela ainda não está pronta para ser utilizada. É necessário que sejam aplicados produtos para garantir a durabilidade e resistência da peça, além de propriedades estéticas.

Hoje, o selador é um produto muito utilizado, pois ele fecha os poros da madeira, aumenta sua durabilidade e, ainda, garante que os produtos aplicados em sequência tenham uma adesão melhor ao material.

Algumas peças de madeira recebem apenas o selador, mas é muito comum que haja uma combinação com o verniz. Esta substância, por sua vez, pode transmitir diferentes questões estéticas ao material, como tonalidades diferentes ou nível de brilho.

Aplicar o verniz também é um processo delicado e deve ser feito com cautela para que a estética da peça não fique prejudicada. Para aqueles que desejam colorir a madeira, a tinta pode ser utilizada nas mais diversas cores (ela também ajuda a proteger o material).

Envernizando a Madeira
O verniz tem como objetivo trazer cor, brilho e proteção para a madeira

Como comprar Madeira Jatoba?

A madeira jatobá geralmente pode ser comprada em lojas de madeiras (madeireiras).

A madeira jatobá, como dito anteriormente, é um material valioso e suas aplicabilidades são muitas. É resistente e tem belíssimas propriedades estéticas, no entanto, o trabalho com a peça deve ser adequado para garantir tudo isso.

Por isso é fundamental saber escolher – e muito bem – a madeireira. O fornecedor deve estar em dia com duas questões: certificação da madeira (estar dentro de todas as exigências ambientais) e garantir que todos os processos tenham sido realizados corretamente.

Escolher uma madeireira que tenha tradição, seja experiente, qualificada e que use das melhores técnicas para tratar a madeira garantirá o investimento nesse material.

Ficou alguma dúvida? Entre em contato conosco pelo email: [email protected]

Artigos Relacionados

 
×