Para que serve o Torno para Madeira?

Home Madeiras Para que serve o Torno para Madeira?
Torno para Madeira

Em nosso dia a dia é possível encontrar diversos objetos, móveis e itens decorativos feitos em madeira, mas você já parou para pensar quais são os processos necessários para que esses itens chegassem até você?

São muitas etapas para que a madeira possa ser finalizada e comercializada e hoje iremos falar sobre um instrumento essencial para moldar as madeiras, trata-se do torno para madeira.

O torno para madeira assim como diversas outras máquinas e instrumentos, fazem parte de etapas importantes para que a madeira possa ser finalizada e enfim comercializada.

O torno é um instrumento que pode ser utilizado para lidar com os mais variados tipos de madeira em seus diversos tamanhos. Um torno pode ser utilizado para criar desde pequenos objetos e brinquedos até para criar grandes móveis, embarcações, e projetos gigantescos.

Vamos entender melhor qual é a funcionalidade do torno para madeira e sua utilização.

Trabalhos Com Madeira

A invenção do Torno para Madeira!

Assim como diversas máquinas e ferramentas que utilizamos nos dias de hoje, o torno para madeira possui uma longa história.

Ele foi criado, mais parecido com o que conhecemos hoje, em torno do século XIX, mas existem registros de ferramentas semelhantes sendo utilizadas desde 1.300 a.C! É muita história que acompanha essa ferramenta.

Certamente a invenção do torno foi fundamental para o desenvolvimento da sociedade como a vemos hoje e seu funcionamento foi sendo aprimorado conforme o tempo.

Antigamente, o torno era usado com uma espécie de vara que continha uma corda. A corda era utilizada para prender a peça de madeira e também para acionar um pedal que fazia o eixo rodar, torneando a madeira.

Existiram outros tipos de torno. Leonardo Da Vinci também se aventurou na invenção e criou um torno que era composto apenas de um pedal e uma roda. Henry Moudslay foi outro homem que avançou ainda mais na invenção do torno moderno.

Torno de Madeira AntigoExemplo de um Torno de Madeira Antigo

Ele utilizou a máquina a vapor, criada por James Watt e adicionou essa importante parte ao torno, fazendo que ele ficasse ainda mais potente.

E com o desenvolvimento industrial, esse equipamento foi sendo melhorado até chegar ao que conhecemos hoje, com o motor. Atualmente existem diversos tipos de torno para madeira como o de bancada, verticais, tornos CNC e outros.

Cada equipamento serve a uma utilidade. Vamos entender agora como um torno para madeira funciona.

O que é o Torno para Madeira

Como já dito o torno para madeira é um instrumento utilizado para tornear a madeira. Consiste em uma ferramenta que é utilizada para dar formato aos mais diversos tipos de madeira.

É um sistema de rotação mecânico em que a madeira é presa entre duas extremidades na qual permitirá que a madeira seja girada em uma velocidade ideal para que se possa, com instrumentos específicos, moldar por meio de um forte atrito a peça de madeira.

Um torno básico possui 4 peças essenciais que são: a mesa para apoio, o cabeçote fixo, o cabeçote móvel e o suporte de ferramenta. O cabeçote fixo inclui polias, o motor, cintas e o eixo. Também é possível encontrar o centro com garras, que será um dos apoios diretos a madeira.

O contraponto é a outra extremidade que irá apoiar diretamente a madeira. O contraponto é o local que irá girar e também tencionará a peça de madeira para formar os movimentos de rotação.

Ao lado do contraponto é o local onde se encontra o eixo do cabeçote e um mecanismo geralmente parecido com o volante usado para prender a peça de madeira entre o centro do torno.

Essa peça é fundamental para utilizar o torno com segurança. Veremos mais a seguir sobre como utilizar esse equipamento corretamente para diminuir os riscos de acidentes.

O suporte de ferramenta é o local no qual a peça de madeira ficará levemente apoiada. O uso do suporte serve para apoiar os instrumentos que serão utilizados para moldar a madeira, podendo deslizar por toda a sua base. Com mais ou menos pressão é possível “desgastar” a peça de madeira, dando assim o formato desejado.

Como já dito o torno para madeira pode ser utilizado em escalas menores, na fabricação de tigelas, brinquedos, peças de móveis e itens de decoração e outros. Mas também existem tornos de grandes proporções usados na fabricação industrial.

Muitas pessoas utilizam o torno como um hobby para produzir pequenas peças.

Moldar e tornear madeira são atividades muito antigas de carpintaria e que com o avanço da tecnologia puderam tornar-se ainda mais funcionais, inovadoras e dar vida a trabalhos criativos.

Seja profissionalmente ou como hobby, é imprescindível saber manusear corretamente o equipamento para evitar acidentes graves.

Peça de Madeira TorneadaExemplo de algumas peças de madeira torneada

O papel do Cinzel

Agora que você pode entender quais são os componentes básicos de um torno para madeira, chegou a hora de falar sobre uma ferramenta indispensável para realizar os mais diversos tipos de trabalho: o cinzel.

O cinzel é um instrumento de corte manual que possui em uma extremidade uma lâmina de metal e na outra um cabo de madeira.

Existem diversos tipos de cinzel que são utilizados para os mais variados trabalhos manuais como, por exemplo, trabalhos em metal, couro, cimento e a própria madeira. O cinzel é um instrumento que será utilizado para entrar em atrito com a madeira para criar novas formas à peça.

O cinzel fica apoiado no suporte de ferramenta e a pessoa que o manuseia fará os movimentos adequados para dar a forma desejada.

É importante trabalhar com cinzéis de qualidade, pois dessa forma o atrito será bem realizado e o resultado final será muito mais satisfatório.

Manter as peças bem afiadas também é uma dica de segurança para quem trabalha com torno para madeira.

Cinzel para MadeiraExemplo de um cinzel torneando a madeira

Cuidados ao manusear o Torno de Madeira

Todos os equipamentos que possuem um eixo de alta rotação devem ser manuseados com muito cuidado. É importante utilizar todos os equipamentos de segurança na hora de trabalhar com o torno para madeira.

Roupas adequadas, capacetes, luvas e principalmente óculos são indispensáveis para um trabalho com segurança.

O uso dos óculos é extremamente importante, pois o atrito das ferramentas com a peça de madeira produz lascas que se tornam verdadeiros projéteis lançados para longe. Além disso, existem outras dicas para se ter mais segurança ao trabalhar com um torno para madeira:

  • Em todos os momentos que não estiver torneando a madeira, desligue o motor.

  • Para iniciantes é imprescindível começar com projetos menores. Trabalhar com peças menores trará mais experiência e evita o desperdício de matéria prima.

  • Tem um ambiente muito bem limpo e iluminado para realizar os trabalhos.

  • Fazer a manutenção recorrente de todas as peças que compõem o torno.

  • Utilizar ferramentas de alta qualidade para evitar prejudicar o funcionamento da máquina.

  • Alguns tipos de madeira produzem uma serragem muito fina, portanto utilizar máscaras respiratórias enquanto estiver trabalhando é essencial.

  • Ler sempre o manual de instrução do fabricante.

  • Verificar se as peças giratórias estão bem presas ao torno antes de ligá- lo.

  • Antes de iniciar um novo projeto sempre verificar cabos, possíveis rachaduras, lascas e todas as peças que compõem o torno.

Essas são dicas básicas para se trabalhar com torno para madeira com segurança. Mesmo se você nunca manusear um torno é importante conhecer como esse passo é importante e extremamente delicado para finalizar uma peça de madeira.

Devemos valorizar o trabalho dos torneiros, que são as pessoas que fazem esse trabalho profissionalmente. Afinal as são estes profissionais que dão vida aos mais diversos tipos de ideias de design com madeira.

Parte importante do processo

Você acabou de conhecer um pouco mais sobre um instrumento muito utilizado nos trabalhos com madeira. O torno para madeiras é indispensável e pode ser utilizado de diversas formas.

O torno é apenas uma parte de um processo longo, trabalhoso e dependente para que a madeira chegue perfeitamente a seu destino.

Conhecer e saber mais sobre a história dos processos dos objetos em nossa volta é muito importante para compreender melhor sobre o mundo, seus acontecimentos e a valorização de cada item adquirido.

Artigos Relacionados

 
× Fale com um Vendedor!